Transformei meu celular em um “Dump Phone”.

05-06-2023

Todos usam celular, mas nos dias de hoje é comum acontecer o contrário, o celular usar você, com feeds que se adaptam ao seu gosto para nos prender nas redes sociais, fazendo com que seja consumido mais conteúdos fúteis (em grande parte) que serão esquecidos logo em seguida, quando outra publicação é mostrada.

Sei que esse tema é bastante debatido e grande parte das pessoas têm consciência disso, apesar de não conseguirem “se livrar” da ação involuntária de abrir o Instagram, por exemplo, e usar até se perguntar do porquê de estar fazendo isso.

E eu era exatamente assim até encontrar uma solução que muitos podem considerar extrema.

As cores em uma tela, dando destaque aos dispositivos móveis, estimulam nossos instintos e emoções de diversas maneiras. Agora, imagina se o celular não tiver cor?

Foi isso que eu fiz com o meu. Deixei meu celular apenas com tons neutros. Como se não bastasse, deixei ele apenas com aplicativos que são necessários no meu dia a dia.

Esse conceito vem se tornando cada vez mais popular, uma prova disso é o Light Phone, um dispositivo móvel minimalista projetado para proporcionar uma experiência mais simples e focada em comparação com os smartphones convencionais. Sua tela usa tecnologia e-ink (a mesma do Kindle), o que faz todo sentido com a proposta do produto, apesar de eu achar que esse tipo de tela ainda tem muito o que evoluir.

Essa “pequena" mudança no meu celular mudou o jogo. Desde então, não sinto vontade de me entregar totalmente ao dispositivo (e não perco meu sono com uma pequena olhada no celular antes de dormir).

Peguei essa ideia de um vídeo do Pinho sobre Minimalismo Digital, e vem sendo bastante eficaz na minha rotina. Pode ser estranho no começo, mas para mim, foi se tornando natural com o passar do tempo.

Já chegou no ponto de quando eu preciso desativar esse modo para ver algo que necessite de cores, meus olhos se sentirem desconfortáveis, fazendo com que eu mude o quanto para as cores neutras.

Óbvio que não deixei completamente as redes ou as cores, afinal tenho outros dispositivos que faço o uso de ambos. No entanto, houve uma disciplina na maneira que enxergo o meu celular e como posso usá-lo ao meu favor.

Lembrando que, seu tempo de tela ser alto não significa necessariamente que você está fazendo algo de ruim ou perdendo seu tempo, já que esse fator depende de como você está usando o seu dispositivo. Sugiro este pequeno texto publicado no Manual do Usuário que trata do assunto

Recomendo a todos que querem educar o seu uso no celular, experimentar por um tempo usá-lo dessa maneira. Vale muito a pena.


Por hoje é só! Espero que tenham gostado do conteúdo.

Agora tenho um site com meus projetos, quem sabe ele não vira tema de um futuro artigo. Tenho muito a dizer sobre ele e as coisas que aprendi no processo de criação.

Copiar Email